O poder dos quietos

quietos

“De uma forma suave, você pode sacudir o mundo.” Gandhi

Uma das minhas leituras mais recentes foi “O poder dos quietos – como os tímidos e introvertidos podem mudar um mundo que não para de falar”-, de Susan Cain. A autora nos traz um estudo fascinante sobre o universo das pessoas mais introvertidas, como eu  e talvez como você ou seus filhos, afinal somos uma boa parte da população mundial. Quando vamos a uma festa, uma reunião, um evento, voltamos exaustos e necessitamos de um tempo para nos reabastecer. Preferimos trabalhar sozinhos, preferimos nos divertir sozinhos ou em pequenos grupos. Não é timidez nem medo, só um aspecto da personalidade que vem sendo massacrado nos últimos anos por escolas em que tudo é feito em grupo, empresas  onde tudo é feito em equipes e em que tagarelar é considerado melhor do que ser quieto. Ufa!

Susan começa lembrando-nos que há alguns anos existia o culto ao caráter, em que o ideal era ser alguém sério, disciplinado e honrado. O que contava não era tanto a impressão que alguém causava em publico, mas como o indivíduo se portava na esfera privada. Hoje vivemos o culto à personalidade, em que o que mais valorizamos são as qualidades que podem ser vistas pelos demais. Todos precisamos ser  versáteis e descontraídos. Será? A obra nos mostra  o mito da liderança carismática, quando a colaboração pode matar a criatividade e nos instiga a questionar muitos dos padrões que exigimos de nós mesmos e de nossos colegas e família.

Diversidade de pessoas é um antídoto poderoso contra a mesmice. Quando todos estiverem andando na mesma direção, sempre é bom parar e refletir um pouco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s