QUANDO EU VOLTAR A SER CRIANÇA

quando

Nas últimas semanas acompanhei um debate na página “Infância livre de consumismo”. Como é costume nas redes sociais, leitores se inflamaram discutindo a possibilidade de voos, restaurantes, hotéis “child free”, ou seja, locais onde crianças não são bem vindas. Alguns confundiram com o movimento de mesmo nome, em que as pessoas optam por não ter filhos. Polêmicas e opiniões a parte, com isso lembrei-me do livro “Quando eu voltar a ser criança”, de Janusz Korczak , uma obra imprescindível para quem trabalha  e convive com crianças. Empatia, essa é a palavra que define esse livro tão delicado. Nele, o autor não discursa sobre a  infância, mas sente na pele os desencantos, sensações e tristezas de uma criança, vendo o mundo através de seus olhos.

Janusz Korczak amou e dedicou-se tanto às crianças, que fez a última viagem com um grupo delas para os campos de concentração. Quando foi decretada a liquidação do gueto onde tinha um orfanato, o velho doutor reuniu as crianças em fileiras e marchou junto a elas, inconsciente de seu heroísmo. Um homem simples que não imaginava o quanto seria célebre. Toda a afetação lhe era estranha. A afetação hoje nos é muito comum. Uma criança  quando chora , corre  e grita em um avião, um restaurante, uma celebração religiosa nos irrita, não sejamos hipócritas. Personalidades brilhantes nunca se afastaram dos pequeninos, e isso deve nos levar à reflexão.

“Vocês dizem: Crianças nos cansam. Precisamos descer ao seu nível de compreensão. Descer, rebaixar-se, ficar curvado. Estão equivocados. O que nos cansa é o fato de nos elevarmos até alcançar o nível dos sentimentos das crianças. Elevar-nos, subir, ficar na ponta dos pés, estender a mão para não machuca-las. “

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s